As probabilidades e os confrontos na reta final

O site Chance de Gol dá 21% de possiblidade do Figueira conqusitar uma vaga para a Libertadores. Mais importante ainda, calcula que a partir dos 63 pontos ganhos a chance de se classificar para a maior competição do continente passa dos 99%.

No post Os números mágicos, comentei que desde 2006 todos os times que chegaram aos 65 pontos conseguiram a vaga para a Taça Libertadores. Nos anos que um time previamente classificado para a competição ? campeão da Copa do Brasil ou da Libertadores daquele ano ? terminou entre os primeiros, esse número caiu para 60 pontos.

Considerando 65 como o número mágico, a empreitada não é fácil. Dos sete jogos que faltam, o Figueira tem que ganhar no mínimo seis para chegar a Libertadores. Com alguma margem de manobra, dá para imaginar que com cinco vitórias e um empate, fechando com 63 pontos, também classifica.

No momento, o Fluminense é o quinto colocado e estaria na Libertadores 2012. O time carioca tem 50 pontos, contra os 47 do Figueira. Como haverá confronto direto, a pontuação pode ser igualada com uma vitória alvinegra. Só que o Flu tem 16 vitórias, contra as 12 do Figueira, portanto, não basta igualar o número de pontos, é preciso ultrapassá-lo.

O Figueira tem ainda confrontos diretos contra Corinthians, Botafogo e Flamengo, 2º, 3º e 4º colocados, respectivamente, mas a diferença de pontos supera os três pontos com relação a esses e assim superá-los na classificação depende de mais tropeços alheios.

O mesmo vale para São Paulo e Internacional, que separam o Figueirense (8º) do Fluminense 5º, já que o Figueira não os enfrenta mais. O Alvinegro vai ter que fazer a sua parte e torcer para que os dois tropecem.

Para visualizar melhor a situação, elaboramos o quadro abaixo, com os sete adversários de cada um dos oito primeiros classificados até o final do campeonato. Assim fica mais fácil fazer conta e ver quem pode tirar ponto de quem.

Ainda há muito jogo e muitas variáveis. Todos os oito times pegam times que estão brigando para cair ou na zona de rebaixamento, adversários teoricamente mais frágeis. Só que tanto a coisa pode complicar, porque esses times podem se superar no desespero de escapar da queda ou já jogarão completamente desmotivados porque o rebaixamento se confirmou.

Na outra ponta, há os clássicos regionais na última rodada, cujos resultados são imprevisíveis e os times paulistanos e cariocas fazem dois clássicos cada um, mas nos quais o peso do mando é menor, já que todos serão disputados no Engenhão.

E aí, meu caro, faça sua engenharia nesta reta final. É possível? Quantos pontos serão necessários para chegar na Libertadores? Quem vai negar fogo? Quem vai atropelar?

(Clique na imagem para ampliar)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *